Plano de aula: Independência do Brasil (2º ano Ensino Médio)

Plano de aula: Independência do Brasil (2º ano Ensino Médio)

Plano de aula: Independência do Brasil (2º ano Ensino Médio). Confira um projecto de lição de História para o 2º ano do Ensino Médio, com o tema “Independência do Brasil”.

Nele você encontra práticas de linguagem, objeto de conhecimento e habilidades conforme a BNCC – Base Vernáculo Geral Curricular.

Projecto de lição de História (2º ano do Ensino Médio) – Independência do Brasil.
Tema Independência do Brasil: aspectos sociais, econômicos e políticos.
Objetos de conhecimento
  • Chegada da Família Real Portuguesa em 1808;
  • Brasil saliente a Reino Unificado em 1815;
  • Revolução do Porto em 1820;
  • Processo de Independência ocorrido no Brasil em 1822.

Habilidades

(EM13CHS102) Identificar, indagar e discutir as circunstâncias históricas, geográficas, políticas, econômicas, sociais, ambientais e culturais da emergência de matrizes conceituais hegemônicas (etnocentrismo, evolução, modernidade etc.), comparando-as a narrativas que contemplem outros agentes e discursos.

(EM13CHS201) Indagar e caracterizar as dinâmicas das populações, das mercadorias e do capital nos diversos continentes, com destaque para a mobilidade e a fixação de pessoas, grupos humanos e povos, em função de eventos naturais, políticos, econômicos, sociais e culturais.

(EM13CHS204) Confrontar e calcular os processos de ocupação do espaço e a formação de territórios, territorialidades e fronteiras, identificando o papel de diferentes agentes (uma vez que grupos sociais e culturais, impérios, Estados Nacionais e organismos internacionais) e considerando os conflitos populacionais (internos e externos), a heterogeneidade étnico-cultural e as características socioeconômicas, políticas e tecnológicas.

Objetivos

  • Compreender a Independência do Brasil enquanto um processo;
  • Indagar a Chegada da Família Real dentro do contexto de conquistas bonapartistas na Europa;
  • Investigar os jogos de interesses presentes na Independência do Brasil;
  • Indagar uma vez que a Independência serviu a um pequeno grupo da população, se mostrando um processo excludente e não popular.
Teor Processo de Independência do Brasil.
Duração Três aulas.
Recursos didáticos Quadro preto, giz, material didático fornecido pela instituição, caderno, cartolina e canetas coloridas.

Metodologia

Na lição anterior, o docente deverá realizar uma breve investigação para qualificar e quantificar o conhecimento prévio dos discentes quanto ao tema a ser trabalhado nos próximos dias. Isso poderá ser realizado mediante um questionário, físico ou virtual, ou logo em uma roda de conversa com a turma.

Assim, na primeira lição, partindo do conhecimento da classe, o professor irá trabalhar: o contexto de insatisfação na colônia antes da chegada da Família Real em 1808; os motivos que levaram a transferência da Namoro para o Brasil; as consequências desse evento para a colônia.

Na segunda lição, os temas a serem trabalhados serão a elevação do Brasil a Reino Unificado a Portugal e Algarves; a Revolução do Porto (1820); o Dia do Fico (1822) e a Proclamação da Independência, no dia 7 de setembro de 1822.

Na terceira e última lição, o docente irá realizar uma atividade em grupo com os discentes, onde os auxiliará a confeccionar um planta mental contendo os conteúdos trabalhados nas aulas anteriores.

Avaliação Partindo dos debates realizados na última lição, o professor solicitará uma atividade de entrevista aos discentes, onde estes irão elaborar, em grupos, um planta mental contendo os principais eventos estudados sobre o tema abordado nas últimas aulas. Aliás, também deverá ser considerada a participação dos estudantes no percurso das aulas.
Referências Veja também no Toda Material:

Vinda da Família Real Portuguesa
Dia do Fico

Revolução Liberal do Porto

Independência do Brasil

Vídeo sobre a Independência do Brasil

Encontre mais planos de lição:

Source link

Tags:

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe um comentário