O que é Transtorno de Aprendizagem?

saiba quais são os mais comuns!

O que é Transtorno de Aprendizagem?. A educação é um dos pilares mais importantes para o desenvolvimento humano, e aprender é uma das atividades fundamentais para a vida. No entanto, algumas pessoas enfrentam dificuldades para aprender e são diagnosticadas com Transtorno de Aprendizagem

No Brasil, segundo o Ministério da Educação, cerca de 10% dos estudantes em idade escolar apresentam algum tipo de transtorno de aprendizagem, o que reforça a importância de discutir esse tema.

Neste artigo, vamos falar sobre os principais tipos de transtornos, como superá-los e qual o papel da escola na ajuda aos estudantes que apresentam dificuldade de aprendizagem. 

Boa leitura!

O que é Transtorno de Aprendizagem?

O Transtorno de Aprendizagem é um distúrbio que prejudica o aprendizado e utilização das habilidades necessárias para a leitura, escrita, matemática e outras atividades acadêmicas.

Esses transtornos afetam o desempenho acadêmico, social e emocional dos estudantes. É importante destacar que o Transtorno de Aprendizagem é diferente de dificuldade de aprender.

Enquanto a dificuldade é temporária e pode ser superada com intervenções específicas, o Transtorno de Aprendizagem é uma condição permanente que interfere diretamente no processo de aprendizagem.

Quais são os tipos de Transtornos de Aprendizagem?

Existem vários tipos de Transtornos de Aprendizagem, que afetam diferentes áreas do conhecimento. Entre os principais deles, podemos destacar:

Dislexia

A dislexia é um transtorno que prejudica a habilidade de leitura e escrita. As pessoas com dislexia têm dificuldade em identificar sons e em relacionar letras a sons. Além disso, esse transtorno pode afetar a habilidade de escrever e soletrar palavras corretamente.

Discalculia

A discalculia é um déficit de aprendizagem que afeta a habilidade de matemática. Quem tem discalculia possui dificuldade em compreender conceitos matemáticos básicos, em fazer cálculos e em entender problemas matemáticos.

Disgrafia

A disgrafia é um transtorno que atinge a habilidade de escrita. As pessoas com disgrafia têm dificuldade em escrever palavras corretamente, em organizar suas ideias e em colocá-las no papel.

TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade)

O TDAH é um transtorno ligado à capacidade de atenção, concentração e hiperatividade. Quem possui TDAH têm dificuldade em manter o foco, controlar impulsos e se concentrar em tarefas por períodos prolongados.

TEA (Transtorno do Espectro Autista)

Por fim, o TEA é um transtorno que afeta a habilidade de interação social, comunicação e comportamento. Ele gera na pessoa dificuldade em se comunicar, compreender e utilizar a linguagem corporal, assim como em se adaptar às mudanças.

Como identificar um déficit de aprendizagem?

A identificação de déficits de Aprendizagem pode ser feita por meio de uma avaliação multidisciplinar, que envolve médicos, psicólogos, fonoaudiólogos e professores.

É importante que os sintomas sejam encontrados o mais cedo possível, para que a intervenção seja realizada de forma mais eficiente. Entre os sinais que podem indicar a presença de um Transtorno de Aprendizagem, estão:

  • dificuldades persistentes em uma área específica de aprendizagem;
  • complexidade em compreender conceitos abstratos;
  • embaraço em seguir instruções;
  • dificuldade em organizar ideias;
  • deficiência em memorizar informações.

Existem diversas avaliações que podem ser utilizadas para identificar os Transtornos de Aprendizagem, tais como testes psicométricos, neuropsicológicos e de aptidão.

Esses testes contribuem para identificar as habilidades e dificuldades dos estudantes em diferentes áreas de aprendizagem, auxiliando na elaboração de um plano de intervenção adequado.

Leia também:

Como superar os distúrbios de aprendizagem?

Os distúrbios de aprendizagem podem ser tratados com intervenções específicas, que englobam terapia, medicamentos e estratégias pedagógicas. Entre elas, podemos destacar:

  • terapia;
  • medicamentos;
  • estratégia pedagógica.

Terapia

A terapia é útil para ajudar os estudantes a desenvolver habilidades  como leitura, escrita e matemática. Ela inclui exercícios de memória, leitura e escrita, além de atividades de resolução de problemas e jogos educativos. Além disso;

Medicamentos

Em alguns casos, pode ser indicado o uso de medicamentos para o tratamento de Transtornos de Aprendizagem, como o TDAH. No entanto, é importante destacar que a medicação deve ser prescrita e acompanhada por um médico.

Estratégias pedagógicas

Por fim, as estratégias pedagógicas são essenciais para ajudar os estudantes a superar os Transtornos de Aprendizagem.

Elas podem conter adaptações curriculares, que permitem ao estudante aprender de forma mais adequada ao seu ritmo e necessidades, além de recursos tecnológicos e metodologias específicas. Além disso;

É primordial, no entanto, destacar que as intervenções para superar os Transtornos de Aprendizagem devem ser individualizadas, levando em conta as necessidades específicas de cada estudante.

O papel da escola na ajuda aos estudantes que apresentam Transtornos de Aprendizagem

Os educadores têm um papel fundamental na ajuda aos estudantes que apresentam Transtornos de Aprendizagem. Por isso, eles têm que estar preparados para identificar e atender às necessidades desses estudantes. Além disso;

Algumas das intervenções que podem ser realizadas incluem:

  • intervenção na sala de aula;
  • adaptação curricular;
  • formação de professores.

Intervenções na sala de aula

Tanto os gestores quanto educadores podem adotar intervenções na sala de aula, como adaptações curriculares, recursos tecnológicos, metodologias específicas e avaliações diferenciadas.

Adaptações curriculares

As adaptações curriculares são estratégias que permitem ao estudante aprender de forma mais adequada ao seu ritmo e necessidades.

Elas englobam modificações no conteúdo, metodologias específicas, tempo adicional para a realização de atividades e avaliações diferenciadas.

Formação de professores

É importante que os professores estejam preparados para identificar e atender às necessidades dos estudantes que apresentam Transtornos de Aprendizagem. A formação pode incluir treinamentos, estratégias pedagógicas e intervenções específicas.Além disso;

A importância de compreender e ajudar os estudantes

Conforme vimos neste artigo, o Transtorno de Aprendizagem afeta a habilidade de uma pessoa para aprender. Por isso, é crucial que os sintomas a se identificar o mais cedo possível, para que a intervenção seja a realizar de forma mais eficiente. Além disso;

Nesse contexto, a escola tem um papel fundamental na ajuda aos estudantes que apresentam Transtornos de Aprendizagem, adotando intervenções específicas que permitam a eles aprender de forma mais adequada às suas necessidades.

Por isso é necessário se preparar para identificar e atender às necessidades desses estudantes, oferecendo estratégias pedagógicas e adaptações curriculares adequadas. Além disso;

Compreender e ajudar os estudantes com distúrbios de aprendizagem é fundamental para garantir que todos tenham igualdade de oportunidades e desenvolvam seu potencial.

Por fim,

Gostou deste artigo? Então visite o nosso blog e desfrute de mais conteúdos como esse. E se você quiser adotar recursos tecnológicos na sua escola, entre em contato conosco e conheça as nossas soluções.

 

Tags:

Sobre o Autor