O que é aprendizagem personalizada?

vantagens e dicas para implantá-la

O que é aprendizagem personalizada?. A aprendizagem personalizada é uma solução extremamente interessante para desenvolver, aprimorar e potencializar, em sala de aula, habilidades, interesses e inclinações, respeitando e utilizando as particularidades de cada aluno.

Sabemos que as diferenças individuais foram, por muitos anos, negligenciadas pela educação tradicional. O objetivo era transferir o conhecimento de uma maneira muito robótica, sem trocas ou compreensão real dos estudantes.

Com o passar do tempo, muitos estudos e análises, as particularidades começaram a ser aceitas e, inclusive, estimuladas no ambiente escolar. Afinal, as trocas geram valor a todos os alunos e também acrescentam muito às estratégias pedagógicas.

Não à toa, as metodologias ativas de ensino estimulam o debate e o compartilhamento de vivências, conhecimentos e habilidades entre os alunos. Mas, para atingir o potencial máximo dessas interações, é preciso que cada aluno seja observado, analisado e trabalhado individualmente.

Isso é possível com a aprendizagem personalizada! Vamos entender melhor essa tendência educacional, como ela funciona, exemplos de aplicação e vantagens para a instituição e para os alunos?

O que é aprendizagem personalizada?

Aprendizagem personalizada é uma estratégia pedagógica que busca conhecer, compreender e estudar as diferentes inteligências, habilidades, necessidades e interesses de cada aluno individualmente.

Baseado na ideia de que cada indivíduo é único, o ensino e a aprendizagem também precisam ser. O objetivo, neste sentido, é conduzir o aprendizado olhando para cada aluno individualmente.

É muito comum que, em uma sala de aula, os professores comentem que determinado aluno “pega as coisas mais fácil”, outro “sempre parece estar atrasado”, ou só tira notas baixas. Estes selos são comuns de acontecer, porque, naturalmente, os alunos são avaliados a todo momento.

Seja por meio das notas de prova, durante a exposição da matéria, realização de exercícios. O fato é que estes métodos sempre utilizam um gabarito do que é esperado da turma, do desempenho nota 10.

Posto que existem múltiplas inteligências e que cada indivíduo possui o seu próprio tempo e jornada de aprendizagem, essas avaliações acabam se tornando frágeis, superficiais e generalistas.

É aquela máxima de que todo mundo é um gênio, mas se julgarmos um peixe por sua capacidade de subir em uma árvore, ele vai gastar toda a vida acreditando que é estúpido. 

Entender

Compreender, portanto, que existem processos e inteligências diferentes é o primeiro passo para entender a necessidade de uma aprendizagem personalizada.

Seguindo na metáfora acima, mas sem nos prendermos ao mundo real, ao saber que subir em árvores não é uma habilidade nata aos peixes, vamos aproveitar a sua capacidade de nadar para propor desafios que incluam os conhecimentos e ganhos da escalada.

E, ao mesmo tempo, podemos incluir essa atividade gradualmente para ele testar os próprios limites e, quem sabe, a seu tempo, desenvolver a habilidade de escalada? 

Apesar de fantasiosa, neste caso, é exatamente este o objetivo da aprendizagem personalizada. Aproveitar, portanto, saberes natos, bagagens, vivências e interesses individuais e, em simultâneo, utilizar as trocas e o compartilhamento das diferenças para despertar novos interesses e desenvolver outras habilidades.

Tudo isso respeitando o tempo e o processo de aprendizagem de cada um. 

Mas como? Como é possível tratar as individualidades em uma sala de aula com 20 ou 30 alunos por turma? Seria uma missão impossível, não é mesmo? 

Sim, por isso o ideal é seguir algumas estratégias que facilitem a prática da aprendizagem personalizada. Confira abaixo!

Como funciona a aprendizagem personalizada, na prática?

Na prática, a aprendizagem personalizada é semelhante a outras metodologias ativas, que colocam o aluno como protagonista da sua própria jornada. O seu funcionamento, no entanto, demanda planejamento e adaptações na infraestrutura da instituição.

Vale mencionar que existem diversos níveis de personalização na aprendizagem e as mudanças implantadas devem acompanhar essa decisão. Em algumas escolas americanas, por exemplo, ela é tão avançada que existe um tutor para cada aluno.

Isso, claro, não faz parte da realidade da maioria das instituições públicas e privadas brasileiras. Desta forma, é possível desenvolver um plano de ação de acordo com as possibilidades de personalização.

Como desenvolver atividades com temas de interesse de cada aluno, aplicar provas com questões diferentes, ou propor atividades e debates que tragam para o ambiente escolar vivências, habilidades e conhecimentos dos alunos como indivíduos.

O dia a dia da aprendizagem personalizada depende, portanto, das possibilidades e dos objetivos da escola. Quanto maior o nível, mais robusto deve ser o planejamento e a estrutura. Se bem executada, a metodologia pode gerar uma infinidade de vantagens para alunos e professores, confira abaixo.

Vantagens do ensino personalizado

Uma das maiores vantagens da aprendizagem personalizada é a possibilidade de tratar as múltiplas inteligências com igual relevância e possibilitar, assim, que elas sejam desenvolvidas, aprimoradas e guiadas da maneira correta.

Esse movimento é de extrema importância para aumentar a inclusão no ensino. Posto que as diferenças do processo de ensino e não mais tolhidas ou excluídas.

A aprendizagem personalizada também melhora o engajamento de alunos e responsáveis, com trocas cada vez mais valiosas e construtivas.

Por fim, essa metodologia impacta positivamente no futuro profissional dos alunos, ao corroborar com o desenvolvimento de alguns saberes importantes, como autonomia, proatividade, independência, compreensão e aceitação das diferenças.

Na prática

Agora que você já sabe o que é aprender   e personalizar, vamos à prática? Veja nos tópicos abaixo como implantá-la em sala de aula.

Como adiantamos acima, existem diferentes estratégias e exemplos de aprendizagem personalizada, mas, de maneira geral, para trabalhá-la em sala de aula é interessante subdividir a turma em grupos menores.

Outro ponto importante é informar e capacitar a sociedade e, principalmente, os docentes, responsáveis por aplicar a metodologia em sala de aula. Com o apoio e conhecimento, a personalização torna-se ainda mais eficiente e efetiva.

Por fim, uma das maiores aliadas na implantação da aprendizagem personalizada é a tecnologia. Elaborar e aplicar atividades diferentes com demandas de cada aluno e tarefas complexas para se  realizar manualmente.

Para facilitá-las, os docentes podem contar com ferramentas digitais para educação, como as disponibilizadas no Google Workspace for Education.

Exemplo

Um ótimo exemplo é o Google Classroom, ou sala de aula, que permite o desenvolvimento e o compartilhamento de atividades personalizadas para cada aluno ou grupo, de acordo com suas demandas.

E o melhor, a ferramenta é simples, intuitiva e gratuita para instituições autorizadas.

Caso o docente opte por realizar provas, simulados e testes personalizados, uma dica é optar pelo Google Formulários. Com ele é possível fazer o download de banco de dados com perguntas diversas, trocar a ordem das questões ou desenvolver as atividades individualmente.

Assim como outras soluções em nuvem, as ferramentas tecnológicas do Google podem se  utilizadar colaborativamente, garantindo integração e mobilidade aos docentes e alunos. Além de facilitar a personalização, elas também auxiliam na multidisciplinaridade e na implantação de outras metodologias modernas de aprendizagem.

A Safetec Educação pode ajudar a levar essa inovação para sua escola. Com uma grande experiência na implantação da tecnologia de educação baseada na nuvem do Google, desenvolvemos uma metodologia própria, que trouxe sucesso para muitas instituições de ensino.

Entre em contato com a nossa equipe e saiba como podemos te ajudar a alinhar a tecnologia com seu método de ensino.

 

Tags:

Sobre o Autor